Decoração

Conheça 5 bons motivos para contratar um designer de interiores

Conheça 5 bons motivos para contratar um designer de interiores

Você quer mudar a decoração do seu apartamento e até tem algumas ideias legais, mas não sabe como juntar todas elas ou se combinam entre si? Também quer organizar melhor o espaço e, ao mesmo tempo, deseja ter ambientes mais funcionais, porém, não entende quais materiais são os mais adequados para isso? Então siga com a gente porque neste artigo vamos mostrar como um designer de interiores pode resolver todas essas questões!

Mas é verdade que contratar um designer de interiores é caro?

Não necessariamente. Muitas pessoas acreditam que este profissional é um investimento muito alto ou que funciona somente para grandes projetos. Na verdade, um bom designer de interiores pode ajudar a economizar dinheiro, mesmo que você o contrate apenas para realizar o projeto de um cômodo, garantindo um excelente custo-benefício final, pois sua função é elaborar projetos de design que vão além do aspecto estético: envolvem uma combinação entre técnica, funcionalidade e bom gosto.

Qual a diferença entre designer de interiores e arquiteto?

De uma forma bem simples e básica, podemos dizer que o arquiteto pode derrubar paredes, já o designer de interiores não. Isso significa que este último pode propor reformas nos ambientes, desde que não haja mudanças estruturais, como trocar paredes de lugar, mudar tubulações ou fazer projetos elétricos.

O designer de interiores está apto a escolher os revestimentos decorativos e gerais, decidir sobre as tintas para a pintura das paredes, auxiliar na organização dos objetos de decoração e na disposição dos móveis e assim por diante. Além disso, esse profissional ainda pode ajudar na indicação de vários fornecedores para a sua obra, inclusive do arquiteto, quando for necessário fazer uma reforma.

Porém, é importante destacar que o designer de interiores é muito mais que um decorador, pois não pensa somente na estética e na escolha de móveis, tecidos e cores. Ele é responsável pela projeção dos espaços, analisando a melhor disposição dos objetos e da iluminação, bem como dos móveis, tornando o ambiente aconchegante e funcional, conforme a necessidade do cliente.

Já o arquiteto é o profissional capacitado para realizar projetos de arquitetura e paisagismo, bem como conduzir uma obra do início ao fim. Seu conhecimento o habilita a executar planos de instalações elétricas, de iluminação e instalação de equipamentos. E desde 2014, ele também pode assinar o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) para a realização de reformas estruturais em condomínios.

Por que contratar um designer de interiores

Agora que ficaram bem definidas quais são as habilidades de um designer de interiores e quais atividades ele pode desempenhar, está na hora de vermos por que este é o profissional ideal para ajudar você a organizar, mobiliar e decorar o seu apartamento. Vamos lá!

1 – Garante a funcionalidade dos ambientes

Um designer de interiores une beleza e funcionalidade como ninguém. Por isso, ele consegue criar ambientes práticos e ainda garantir que sejam confortáveis para os moradores no dia a dia. Quando um projeto envolve móveis, decoração e necessidades específicas do cliente, deixar a execução nas mãos de um leigo pode ser um problema.

Se o espaço tiver dimensões limitadas então, contar com as habilidades de um profissional é praticamente obrigatório, pois, do contrário, a decoração pode até ficar com uma estética diferenciada, mas não será funcional, podendo atrapalhar a mobilidade e a rotina das pessoas.

2 – É assertivo na escolha dos revestimentos

Quando o assunto é revestimento, existe uma diversidade tão grande no mercado que escolher o melhor para cada ambiente do apartamento, levando em consideração todas as variáveis, pode ser desafiador sem a ajuda de um especialista. Além do aspecto estético, é necessário pensar nas características do material, analisar a viabilidade de instalação e o orçamento, sem esquecer dos aspectos do próprio imóvel, já que nem todos os revestimentos são aplicáveis em quaisquer ambientes.

Fora que um designer de interiores experiente pode sugerir o aproveitamento de revestimentos que já estão instalados, realizando um simples tratamento de superfícies. Isso também ajuda a economizar tempo e dinheiro.

3 – Ajuda na economia de dinheiro

Uma das funções do designer de interiores é buscar soluções conforme o orçamento dos clientes. Dessa forma, a lista de materiais, revestimentos e objetos sempre é feita de maneira personalizada e dentro dos limites financeiros. Com isso, você não corre o risco de comprar algo e se arrepender depois, seja pelo preço, seja porque o objeto não combina com o restante da decoração.

Por exemplo, se o espaço tiver móveis planejados na sala de estar e jantar, os elementos decorativos devem dialogar com a mobília. Quando o designer de interiores é contratado para projetar a casa toda, a economia é ainda maior, pois ele sabe como aproveitar melhor os recursos já existentes e, por meio de estudo e planejamento, define com antecedência o que é necessário comprar.

4 – Reduz o tempo de trabalho

Além de poupar dinheiro, o designer de interiores também consegue economizar tempo. Com um bom planejamento, ele evita deslocamentos desnecessários e, consequentemente, eventuais prejuízos com escolhas não assertivas de materiais.

Isso porque os profissionais procuram itens com o melhor custo-benefício, comparecem aos showrooms para trazer as tendências do mercado e, por conta da experiência, indicam os melhores fornecedores. Dessa maneira, os clientes não precisam se preocupar em fazer uma lista de empresas. Basta seguirem as recomendações do designer de interiores.

5 – Melhora a valorização do imóvel

Um projeto de decoração feito por um designer de interiores tem o seu valor. Por isso, mesmo que o objetivo não seja vender o apartamento logo após mobiliá-lo e decorá-lo, ele aumentará sua valorização de mercado. Por isso, muitos proprietários buscam não só o designer, mas outros profissionais especializados para desenvolver e executar mudanças em seus imóveis, como arquitetos e decoradores.

Além de tudo isso que apontamos, um bom designer de interiores vai fazer todo o trabalho seguindo à risca todas as regras impostas na convenção do condomínio, que impõe o que pode ou não ser feito nas áreas expostas, como janelas, varandas e sacadas. O importante é saber que este profissional pode proporcionar um ambiente funcional e confortável, independentemente do tamanho.

E aí, gostou do conteúdo de hoje? Esperamos que ele tenha ajudado a tirar suas dúvidas sobre as atribuições de um designer de interiores. E para conferir mais dicas sobre como organizar a sua casa, decoração e o estilo de morar e viver bem, continue acompanhando os canais da Concretur. No nosso blog e em nossas redes sociais, nós sempre trazemos conteúdos exclusivos sobre este universo!

Voltar

Conteúdos

Veja Também

Navegue
Apartamento garden: mais espaço aberto traz mais possibilidades
Decoração

Apartamento garden: mais espaço aberto traz mais possibilidades

Ler sobre
Como garantir o conforto térmico dentro do apartamento no verão
Decoração

Como garantir o conforto térmico dentro do apartamento no verão

Ler sobre
Confira 4 dicas para aproveitar a sacada do apartamento de modos diferentes
Decoração

Confira 4 dicas para aproveitar a sacada do apartamento de modos diferentes

Ler sobre
Conheça melhor e entenda as vantagens da cozinha em conceito aberto
Decoração

Conheça melhor e entenda as vantagens da cozinha em conceito aberto

Ler sobre
Entenda o que é decoração sustentável e como ter no seu apartamento
Decoração

Entenda o que é decoração sustentável e como ter no seu apartamento

Ler sobre

Contato

Fale conosco e tire suas dúvidas!

(48) 3413-8296 | 99669-6576
comercial@concretur.com.br
Rua São Martinho, 615, sala 01 - Santa Augusta, Criciúma/SC. CEP: 88805-360 Ver no mapa
Contato via WhatsApp